terça-feira, novembro 24
Home>>Tecnologia>>Adonit PhotoGrip Qi
Tecnologia

Adonit PhotoGrip Qi


Notice: Undefined index: margin_above in /home/noticiasdesiao/public_html/wp-content/plugins/ultimate-social-media-icons/libs/controllers/sfsiocns_OnPosts.php on line 439

Notice: Undefined index: margin_below in /home/noticiasdesiao/public_html/wp-content/plugins/ultimate-social-media-icons/libs/controllers/sfsiocns_OnPosts.php on line 440

Este não é um site especializado em tecnologia, nosso foco é Israel, um dos países mais fotografados do mundo. Não posso citar estatísticas – e nem sei se existe alguma neste sentido – mas arrisco dizer que a maioria das fotos feitas em Israel são captadas através de telemóveis. Os telemóveis estão cada vez mais nas mãos dos fotógrafos e eu mesmo, embora use uma câmera reflex profissional, a tal DSLR, estou sempre com o meu telefone preparado para situações emergenciais. E estes pequenos e práticos aparelhos trazem câmeras com qualidade cada vez mais aprimoradas.

Há, no entanto, algo que incomoda aos fotógrafos: O desconforto anatómico desses aparelhos. Concebidos para oferecer conforto para o usuário, os telemóveis normalmente são finos, de modo a permitir que os aparelhos se acomodem bem entre a mão e o rosto do utilizador. Isso é ótimo para se comunicar, mas incómodo para fotografar.

Para driblar esta deficiência, a indústria desenvolveu pequenos gadgets que se acoplam aos telemóveis “segurando a câmera”, vindo daí o nome “grip”. Vamos encontrar a origem da expressão na indústria cinematográfica, principalmente dos EUA, Canadá e Reino Unido, onde o grip é o profissional responsável por construir e manter todo o equipamento que suporta e movimenta as câmeras. Estes equipamentos podem ser tripés, esteiras, gruas ou guindastes. Quando você assiste uma cena de filme onde a câmera passeia entre os protagonistas, saiba que por trás dela há um grip garantindo a estabilidade das imagens.

Já escrevi aqui um texto sobre um grip espetacular desenvolvido pela israelense Pictar (leia matéria), mas agora quero falar sobre outro, que acabei por experimentar: O PhotoGrip Qi.

Fabricado por uma empresa de nome curioso, Adonit, o PhotoGrip Qi foi planeado para se acoplar ao telemóvel, dando-lhe uma robustez e aparência de câmera profissional. A ideia de criar um apetrecho que segure o telemóvel não é nova, diversas empresas desenvolveram alças ou suportes que facilitam o manuseio do utilizador, mas a Adonit foi além, ela dotou o seu grip de um sistema de alimentação sem fio, que permite recarregar o telemóvel à medida em que se vai tirando as fotos. Isto é espetacular! Acaba-se aquele drama de observar a todo tempo o ícone da bateria para ver ser ainda há vida no telemóvel para o restante da viagem.

Diferentemente do grip da Pictar, o modelo desenvolvido pela Adonit não requer aplicações adicionais, basta deslizar o telemóvel para a base de silicone do gadget e já está pronto para o uso. A ligação com o telemóvel se dá através de Bluetooth e a sincronização é imediata.

O grip vem acompanhado ainda de um mini tripé muito prático, que se acopla à base através de um suporte com parafuso padrão 1/4-20, aquele parafuso compatível com todas as câmeras fotográficas. O interessante neste tripé, é que ele é extremamente anatómico, permitindo utilizá-lo como empunhadura quando mantido fechado.

Agora, para quem é adepto das tradicionais selfies, o PhotoGrip Qi tem um “plus” a mais, é algo que vai deixar encantado qualquer utilizador: O botão do obturador desacopla do grip se tornando um “controle remoto” para o disparo da câmera. Ou seja, acaba-se aquele drama de colocar a câmera em contagem decrescente, correndo para o ponto a ser fotografado antes que se passem os 10 segundos máximos programáveis. Embora o manual informe que a distância máxima do alcance seja de 10 metros, consegui disparar um pouco acima disso. Este disparador usa uma bateria CR2016 com autonomia para algo em torno de 1000 selfies.

Embora a Adonit esteja sediada em Austin, no Texas (EUA), a sua inspiração traz algo de Israel em si. O fundador da empresa, o judeu-americano Zach Zeliff, tem uma ligação especial com o Estado de Israel. Zeliff é formado em Relações Internacionais e em Ciência Política pela Syracuse University, de Siracusa, NY, e como trabalho de conclusão do curso apresentou uma tese que teve como base a política da água no conflito israelo-palestiniano.

O nome ADONIT é um nome hebraico. Em Israel, “adonit” é a forma respeitosa com que uma pessoa se dirige a um “mestre”, a um “senhor”. E o grip da Adonit merece essa distinção.  

NOTA: Notícias de Sião experimentou os produtos da Adonit com o apoio da NorteWave, de Vila Nova de Gaia. Em Portugal, os produtos Adonit podem ser encontrados nas lojas Vodafone e na rede El Corte Inglés.

ANDS | ADONIT

UM PEDIDO ESPECIAL: Há 10 anos o NOTÍCIAS DE SIÃO vem disponibilizando informações fidedignas sobre o Estado de Israel e sobre o seu povo. Numa época em que a grande imprensa e as mídias sociais veiculam informações contraditórias e, muitas vezes, completamente falsas, NOTÍCIAS DE SIÃO tem primado por apresentar aos seus leitores fatos reais sobre a Terra Santa. Como a redação do NOTÍCIAS DE SIÃO se encontra na Europa, estamos a enfrentar dificuldades com a crescente desvalorização da moeda brasileira, razão pela qual apelamos aos nossos leitores que possam nos ajudar a manter este trabalho na atual formatação, sem publicidades, pois nossa melhor publicidade são os nossos leitores. Por isso, contamos com vossa solidariedade e apoio, através de doações que podem ser feitas através do PayPal. É seguro e não tomará muito do seu tempo. Basta clicar no link abaixo. Faça uma doação única ou se torne um contribuinte mensal, para que possamos continuar a fazer com qualidade aquilo que já fazemos há 10 anos: Defender Israel. Contamos com sua generosidade e amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *