quinta-feira, agosto 13
Home>>Educação>>Deu a louca na pesquisa
Educação

Deu a louca na pesquisa

Israel está entre os 10 piores países do mundo para se criar uma família. A notícia está na edição de hoje do Jerusalém Post. O ranking que coloca Israel no Top Ten dos piores lugares do mundo foi elaborado por um web-site chamado Asher & Lyric, uma publicação “especializada” em viagens.

Antes de “passar a notícia para a frente”, é bom dar uma olhada no tal Asher & Lyric. Ridículo.

O site foi fundado – e é alimentado – por um jovem casal, Asher Fergusson e Lyric Benson, que não fazem nada na vida a não ser… viajar. Definem-se com “nômades” e criam um casal de filhos, Kingsley e Aurora, em apartamentos do Airbnb.

Na apresentação do web-site, Asher e Lyrics credibilizam suas informações citando os órgãos de imprensa que usam tais dados e que inclusive já os entrevistaram. Lá estão The Guardian, CNN, Bloomberg, USA Today, Forbes, Daily Mail, National Geographic, The Independent, Psychology Today, The Daily Telegraph e InfoMoney Brasil entre outros. E, claro, agora o Jerusalém Post.

É impressionante observar como grandes órgãos de comunicação credibilizam dados repassados por uma dupla de hippies mais focada nas suas crenças pessoais do que em informações técnicas sérias.

Asher e Lyric são adeptos do hinduísmo e se casaram numa cerimônia védica. Naturalmente, viveram na Índia, são apaixonados pela Índia e, claro, acham que a Índia é um dos melhores lugares do mundo para se criar uma família. Viver na Índia é melhor do que viver nos Estados Unidos ou em Israel. Mas, Asher e Lyric não vivem na Índia. Apenas “passam” por lá.

Um dos dados mais estúpidos do ranking desenvolvido pela Asher & Lyric é o índice que mede a qualidade da educação (imagem acima). A pesquisa coloca Israel em segundo lugar entre os piores países do mundo, atrás apenas do México. Isto é simplesmente ridículo. Israel tem algumas das melhores universidades do mundo, é um dos países onde mais se publica livros e a educação infantil é referência mundial. Já publicamos um artigo sobre isso (clique aqui para ler o artigo).

Esta é a razão pela qual NOTÍCIAS DE SIÃO insiste em dizer que não devemos confiar cegamente nas pesquisas que nos são apresentadas, principalmente se estas envolvem Israel, o seu povo ou países e organismos amigos de Israel.

ANDS | JPOST

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *