terça-feira, novembro 24
Home>>Líbano>>Coronel denunciou material explosivo em Beirute e morreu misteriosamente
Líbano

Coronel denunciou material explosivo em Beirute e morreu misteriosamente


Notice: Undefined index: margin_above in /home/noticiasdesiao/public_html/wp-content/plugins/ultimate-social-media-icons/libs/controllers/sfsiocns_OnPosts.php on line 439

Notice: Undefined index: margin_below in /home/noticiasdesiao/public_html/wp-content/plugins/ultimate-social-media-icons/libs/controllers/sfsiocns_OnPosts.php on line 440

Um oficial libanês que morreu em circunstâncias suspeitas em 2017 pediu a remoção das 2.750 toneladas de nitrato de amônio que chegaram ao Porto de Beirute em 2013. A informação foi avançada pela Al Arabya, uma emissora de TV dos Emirados Árabes Unidos, tendo por base um documento de 2014 que circulou nesta quinta-feira entre os jornalistas que estão cobrindo os acontecimentos relacionados à explosão da terça-feira, 4, que acabou por matar até agora 137 pessoas e ferindo mais de 5.000.

No documento, o Coronel Joseph Skaf, Chefe da Divisão de Controle de Drogas da Alfândega Libanesa, escreveu: “Informamos que esta divisão recebeu a informação da presença do navio Rhosus no Porto de Beirute. Ele está carregado com nitrato de amônio, que é usado em explosivos, e é altamente perigoso, constituindo uma ameaça à segurança pública.”

Segundo se pode ler, Skaf pediu às autoridades que retirassem o navio do cais do porto e o colocassem sob vigilância.

O Coronel Joseph Skaf morreu em 2017, mas a causa da morte nunca foi devidamente explicada, uma vez que apareceram duas autópsias distintas e conflitantes.

An-Nahar, o principal jornal libanês, questionou na época: “O coronel aposentado Joseph Skaf escorregou ou foi jogado de uma altura de três metros? Uma questão que permanece sem solução, especialmente após os dois relatórios forenses contraditórios encomendados pelo Ministério Público a dois médicos peritos”.

A informação foi passada ao an-Nahar por uma fonte das Forças de Segurança Interna do Líbano (ISF).

A fonte da ISF disse na época: “Um dos dois relatórios considera o incidente um acidente, e o outro afirma que foi um ato deliberado, pois a vítima tinha hematomas na cabeça.”

ANDS | AL ARABIYA | AN-NAHAR

UM PEDIDO ESPECIAL: Há 10 anos o NOTÍCIAS DE SIÃO vem disponibilizando informações fidedignas sobre o Estado de Israel e sobre o seu povo. Numa época em que a grande imprensa e as mídias sociais veiculam informações contraditórias e, muitas vezes, completamente falsas, NOTÍCIAS DE SIÃO tem primado por apresentar aos seus leitores fatos reais sobre a Terra Santa. Como a redação do NOTÍCIAS DE SIÃO se encontra na Europa, estamos a enfrentar dificuldades com a crescente desvalorização da moeda brasileira, razão pela qual apelamos aos nossos leitores que possam nos ajudar a manter este trabalho na atual formatação, sem publicidades, pois nossa melhor publicidade são os nossos leitores. Por isso, contamos com vossa solidariedade e apoio, através de doações que podem ser feitas através do PayPal. É seguro e não tomará muito do seu tempo. Basta clicar no link abaixo. Faça uma doação única ou se torne um contribuinte mensal, para que possamos continuar a fazer com qualidade aquilo que já fazemos há 10 anos: Defender Israel. Contamos com sua generosidade e amor.

1 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *