terça-feira, outubro 19
Home>>COVID-19>>O surpreendente caso de Uttar Pradesh
COVID-19

O surpreendente caso de Uttar Pradesh

O Estado indiano que está vencendo a Covid-19

O objetivo deste site tem sido, ao longo dos últimos 11 amos, compartilhar notícias positivas sobre o Estado de Israel, o seu povo e, eventualmente, os seus amigos. Algo que queremos fazer com esta matéria, onde falaremos sobre um dos países amigos de Israel, a Índia.

Nestes dias de pandemia, dias em que o mundo fala na Covid-19 e lamenta milhares de mortes os brasileiros deveriam olhar como o Estado indiano de Uttar Pradesh está lidando com a situação. E há razões para isso. A começar, pelas similaridades do Estado de Uttar Pradesh e do seu povo com o Brasil e os brasileiros.

Não há nada mais parecido com o Brasil no mundo do que Uttar Pradesh. Com 200 milhões de habitantes vivendo em condições muito semelhantes, Uttar Pradesh é uma espécie de miniatura do Brasil. Com algumas diferenças muito importantes.

A começar, pelo tal “distanciamento social”. Isso é impossível em Uttar Pradesh. Apesar de ter praticamente a mesma população brasileira, que ronda os 220 milhões de habitantes, Uttar Pradesh é 35 vezes menor que o Brasil.

Imagine o seu agregado familiar, imagine quantas pessoas vive na sua casa, no seu bairro, multiplique por 35 e pense se dá para ficar falando #FiqueEmCasa? Impossível. É por isso que em Uttah Pradesh todo mundo vai para as ruas mesmo!

O que surpreende é que apesar de ter uma população praticamente do tamanho da do Brasil, vivendo em condições sanitárias muito piores e sem condições alguma de manter distanciamento social, o número de mortos pela Covid-19 em Uttar Pradesh está muito, mas muito abaixo mesmo dos catástróficos números brasileiros.

Nos últimos dias, a média de novos casos em Uttar Pradesh ronda os 188 casos por dia. No Brasil foram 54.000. O número de mortes também impressiona. Ontem, dia 1º de junho de 2021, morreram 10 pessoas em todo o Estado de Uttar Pradesh. No Brasil, morreram 2.029. Lá, a média diária de mortes por Covid nos últimos 7 dias foi de 34 mortos. No Brasil, 1.565.

Desde o início da pandemia, Uttar Pradesh teve 1.700.000 casos, dos quais 1.680.000 se recuperaram, 2.796 continuam doentes. Desde o início da pandemia, morreram 22.591 moradores locais. No Brasil não morreu o dobro, nem o triplo, nem 10 vezes mais. No mesmo período, no Brasil morreram 23 vezes mais pessoas com Covid do que neste imenso “país” chamado Uttar Pradesh.

Mas, qual é o segredo deste Estado indiano populoso e pobre? O segredo está numa palavrinha de 11 letras: IVERMECTINA.

No Jornal Indian Express, de Noida, a cidade mais desenvolvida de Uttar Pradesh, um representante do governo desta província que fica no Norte da Índia, disse que o uso precoce da Ivermectina ajudou a manter a positividade e o número baixo mortos no Estado, apesar da sua alta densidade populacional.

Segundo esta autoridade, num primeiro momento, o Departamento de Saúde do Estado introduziu a Ivermectina como profilaxia para os profissionais de saúde e para as pessoas que tinham contato próximo com as pessoas infectadas e depois, após o dia 6 de agosto de 2020, o medicamento passou a fazer parte do tratamento direto das pessoas infectadas.

Vikssendu Agrawal, oficial da vigilância sanitária do Estado de Uttar Pradesh, disse ao Indian Express: “Uttar Pradesh foi o primeiro estado do país a introduzir o uso profilático e terapêutico em larga escala da Ivermectina. Em maio-junho de 2020, uma equipe liderada pelo Dr. Anshul Pareek, administrou Ivermectina a todos os membros da equipe de um hospital do distrito de forma experimental. O resultado é que nenhum deles desenvolveu Covid-19, apesar de estarem em contato diário com pacientes que tiveram resultado positivo para o vírus”.

O oficial disse ainda que com base nos resultados desta experiência, o governo aprovou o uso da ivermectina como medicamento profilático para todos os contatos dos pacientes infectados pelo Covid e, depois, para os próprios pacientes.

Uttar Pradesh foi o primeiro Estado a introduzir o uso “profilático e terapêutico” da Ivermectina em larga escala na Índia. E o restante do país foi atrás.

Não sabenos o que irá acontecer nos próximos dias ou meses, porque este vírus tem características de uma arma biológica. E se de fato for isso, ele vai passar por muitas mutações e autoridades de todo o mundo não sabem o que nos espera, mas de momento, o certo é que a Índia está a controlar a situação usando este simples remédio chamado Ivermectina.

Na Índia, uma caixa de Ivermectina, com 100 comprimidos, custa 270 rúpias. Isso dá, mais ou menos, 18 Reais. 18 centavos de Real por comprimido. Isso demonstra como a Índia está apostando pesado na popularização do uso da Ivermectiva.

Quanto às vacinas, de momento, o percentual da população indiana completamente vacinada é de apenas 4,3%. Ou seja, 95,7% da população indiana, quase o país inteiro, não está 100% vacinada.

No último dia 22 de junho, a manchete do jornal Valor Econômico, da Rede Globo, era: “Resistência à vacina ameaça avanço da Índia contra a Covid-19.” Uma manchete de um jornal brasileiro sobre a realidade da distante Índia. Segundo a sistema Globo, “a Índia não está vacinando seu povo e isso as coisas não vão correr bem”.

Mas, o que dizem os indianos? Bem, a reportagem de capa do Indian Express desta sexta-feira, 02 de julho de 2021, diz o seguinte: “O Ministério da Saúde disse na sexta-feira que houve um declínio de 86 por cento nos casos de Covid na Índia.”

ANDS | INDIAN EXPRESS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *