Author Posts
Diáspora

Israelenses investem 180 milhões de euros em Vila Nova de Gaia e Porto

Investidores israelenses iniciaram a construção de um hotel 4 estrelas na cidade de Vila Nova de Gaia, próxima ao Porto. O grupo, chamado Fortera, também está à frente dos projetos para a construção de um centro de congressos e eventos chamado Skyline. A imponente obra constará de um centro de convenções, um espaço multiuso e um complexo residencial com mais de 300 casas. A ação do grupo não se limitará à cidade de Vila Nova de Gaia, mas as iniciativas do grupo “atravessarão o Douro” e investirão também na cidade do Porto. Na Cidade Invicta o grupo investirá na construção de um hotel 5 estrelas e na restauração de 200 casas no centro histórico da cidade, habitações estas voltadas para o alojamento turístico. O CEO da empresa é o israelense Elad Dror, ex-oficial das Forças de Defesa de ...

Ler mais
Política

General israelense é preso por protestar contra o governo. Vejam como a lei lidou com o caso.

Um ex-general de alto escalão das Forças de Defesa de Israel foi detido na tarde desta sexta-feira, 26, em Jerusalém. Ele, juntamente com dois homens mais jovens, estava fazendo um protesto em frente à casa do Primeiro-Ministro Benjamin Netanyahu. No protesto, chamavam Netanyahu de “criminoso” e vestiam camisetas onde, em hebraico e em inglês, podiam ser lidas provocações ao líder do Governo de israel. Uma das camisetas trazia um trocadilho, em inglês. Chamavam o “Prime Minister” (“Primeiro Ministro”) de “Crime Minister” (“Ministro criminoso”). Os três homens presos foram Saadi Ben Sheetrit, Gil Danieli e Amir Haskel, um general reformado. Haskel serviu na Força Aérea de Israel por 32 anos, tendo participado, inclusive, como piloto na Guerra do Yom Kippur, em 1973. Na sequência da p...

Ler mais
Tecnologia

Adonit PhotoGrip Qi

Este não é um site especializado em tecnologia, nosso foco é Israel, um dos países mais fotografados do mundo. Não posso citar estatísticas – e nem sei se existe alguma neste sentido – mas arrisco dizer que a maioria das fotos feitas em Israel são captadas através de telemóveis. Os telemóveis estão cada vez mais nas mãos dos fotógrafos e eu mesmo, embora use uma câmera reflex profissional, a tal DSLR, estou sempre com o meu telefone preparado para situações emergenciais. E estes pequenos e práticos aparelhos trazem câmeras com qualidade cada vez mais aprimoradas. Há, no entanto, algo que incomoda aos fotógrafos: O desconforto anatómico desses aparelhos. Concebidos para oferecer conforto para o usuário, os telemóveis normalmente são finos, de modo a permitir que os aparelhos se acomodem...

Ler mais
Desinformação

Árabes desesperados pedem proteção da polícia israelense

Três homens foram assassinados na manhã deste sábado, 06, em Lod, região central de Israel. Todos eram árabes, moradores da cidade de Ramle. A polícia israelense foi alertada para distúrbios envolvendo troca de tiros num cruzamento de rodovias próximo à cidade de Lod. Ao chegar ao local, as autoridades encontraram os corpos de 3 homens, dois com ferimentos à bala e o terceiro, morto por atropelamento. Os mortos foram identificados como sendo Nahad al-Shamali, 28, Riad Akashi, 40, e Jibril Akashi, 28. As investigações iniciais indicam que os homens foram atingidos por um veículo em movimento e logo a seguir, executados. Foi descartada a possibilidade de se tratar de uma ação terrorista. A polícia israelense está investigando se o tiroteio está relacionado a uma disputa entre famíl...

Ler mais
HistóriaTrump

Donald Trump e o bom doutrinamento dos professores

DONALD TRUMP ASSINA A LEI NUNCA MAIS PARA A EDUCAÇÃO Em artigo publicado no The Washington Post do dia 16 de abril de 2015, James B. Comey, diretor do FBI, explicou as razões pelas quais todos os novos agentes especiais do FBI são obrigados a visitar o Museu Memorial do Holocausto dos Estados Unidos, USHMM na sigla em inglês. Após a formação e admissão nos quadros do FBI, a famosa unidade de polícia do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, e antes de receber distintivo e arma, todos os novos agentes e os novos analistas de inteligência, devem percorrer os corredores do museu. James B. Comey explica as razões. “O Holocausto foi a exibição mais horrível da história mundial da desumanidade. Mas foi também a exibição mais horrível da história mundial da nossa humanidade, da nos...

Ler mais