Eleições em Israel

As eleições em Israel e o impacto do Fique Em Casa

Mansour Abbas, líder do Ra'am, discursa diante de uma bandeira islâmica. Os israelenses seguiram a hashtag #VamosVacinar, mas na hora de votar preferiram a #FiqueEmCasa. E isso pode resultar num gosto amargo para o único país democrata do Oriente Médio. A situação teria sido pior se os árabes tivessem comparecido em massa, mas graças a Deus eles também aderiram ao #FiqueEmCasa. Mesmo assim, a altíssima abstenção acabou por permitir, pela primeira vez, que o partido islâmico Ra'am (Lista Árabe Unida) conseguisse 5 cadeiras no Knesset. Juntamente com a Lista Conjunta, um partido de árabes e israelenses, o Ra'am pode se tornar uma pedra no caminho do Netanyahu. É bom lembrar que mesmo que o partido do primeiro-ministro, o Likud, tenha sido o grande vencedor, com 30 assentos conqui...

Ler mais