ÁrabesDesinformaçãoForças de Defesa de Israel

Árabes se recusam a investigar morte de jornalista árabe

Shireen Abu Akleh, uma jornalista de 51 anos, correspondente da TV Al-Jazeera, foi morta hoje durante uma operação das Forças de Defesa de Israel (IDF) na Samaria. As IDF estão em ação nos territórios sob transitório domínio árabe, numa incursão que visa alcançar todos os envolvidos no ataque terrorista ocorrido na última quarta-feira, 5, quando Israel comemorava os 74 anos da sua independência. Asad Yusef Al Rifai, de 19 anos, e Subhi Imad Abu Shukair, de 20 anos, assassinaram 3 israelenses e deixaram mais 2 em estado grave, na cidade de Elad. Dois dias depois, foram presos. Neste momento, as IDF desenvolvem uma operação para deter os demais responsáveis pela organização e execução dos atentados. Ao fazer a cobertura da operação, a jornalista Shireen Abu Akleh recebeu um tiro na...

Ler mais
Forças de Defesa de IsraelHomenagemTerrorismo

Quando o politicamente correto se transforma numa afronta à memória de milhares de judeus

No calendário hebraico, o dia 4 de iyar, véspera da festa da Independência do Estado de Israel, é uma das datas mais significativas. Neste dia, o povo judeu relembra, com pesar, todos os soldados que deram a sua vida lutando pela independência do Estado hebraico. Neste dia, Israel presta homenagem a todos os homens e mulheres que tombaram nas guerras pré e pós Independência. É nesta data também que os judeus choram as vítimas dos terríveis ataques terroristas que rotineiramente mancham de sangue o solo da Terra Santa. É por isso que o dia 4 de iyar recebe o nome de Yom HaZikaron, ou “Dia da Lembrança”. O nome completo da data, LeHalalei Ma'arakhot Yisrael ul'Nifge'ei Pe'ulot HaEivah, significa “Dia da Lembrança dos Soldados Mortos de Israel e das Vítimas do Terrorismo”. Não sem r...

Ler mais
Forças de Defesa de Israel

O Exterminador do Presente

A resposta de Israel aos ataques do grupo terrorista Hamas se tornou na Primeira Guerra de Inteligência Artificial da História. As Forças de Defesa de Israel, IDF na sigla em inglês ou Tzahal em hebraico, usaram Inteligência Artificial e supercomputação na resposta que deram aos terroristas do Hamas na operação realizada na Faixa de Gaza. A informação é avançada pelo jornal israelense Jerusalem Post. Desde o início do ano, o grupo terrorista Hamas vinha lançando rockets sobre populações civis do Estado de Israel. O primeiro dos ataques aconteceu no dia 18 de janeiro, quando dois rockets obrigaram a população de Ashdod a correr para abrigos. Os artefatos acabaram por cair numa zona descampada da cidade. No dia 23 de abril o ataque foi mais intenso, sendo que naquele dia 36 foguete...

Ler mais